Arquivo da categoria: Dicas de…

Congresso Nacional de Meio Ambiente e Sustentabilidade – Online e gratuito

Ajudando a divulgar evento na área de meio ambiente.

É totalmente online e gratuito, contando com diversas palestras com especialistas de renome.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Congresso Nacional de Meio Ambiente e Sustentabilidade – CONMAS

CONMAS

Quando: Nos dias 11 a 17 de agosto de 2014

Este será um Congresso totalmente ONLINE e GRATUITO e contará com a participação de mais de 20 pesquisadores e especialistas na área de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Serão tratados diversos temas na área ambiental durante 07 dias.

Para a inscrição no Congresso CLIQUE AQUI

Abaixo os palestrantes confirmados e respectiva palestra:

  • Amarildo R. Ferrari – Palestra: Meio Ambiente e Espiritualidade: uma interligação necessária
  • Genebaldo Freire Dias – Palestra: 3014: de volta para o presente
  • Berenice Gehlen Adams – Palestra: Cultivando a Sustentabilidade
  • Mário Jorge Cardoso Coelho Freitas – Palestra: Da insustentável sociedade de risco rumo a sociedades mais sustentáveis e mais seguras
  • Vanessa Hernandez Caporlingua – Palestra – Compreender a legislação ambiental para uma Educação Ambiental transformadora
  • Adriana Massaê Kataoka – Palestra: do lixo ao rejeito – inovações paradigmáticas da Política Nacional de Resíduos Sólidos
  • Manoel Gonçalves Rodrigues – Palestra: Energia, sustentabilidade e paradigmas no século XXI
  • Ailim Schwambach – Palestra: Rotulagens ambientais e selos verdes: é possível diminuir nosso impacto ambiental e de consumo com pequenas ações?
  • Antonio Fernando Silveira Guerra – Palestra: Educação Ambiental e os discursos da sustentabilidade: Qual o meu, o seu e o nosso compromisso?
  • Ricardo Harduim – Palestra: Compensação Ambiental para a Construção de uma Sociedade de Baixo Carbono
  • Fátima Elizabeti Marcomin – Palestra: A percepção ambiental e a dinâmica da paisagem: integrando para uma maior compreensão e sensibilização
  • Ivone Aparecida Dias – Palestra: ‘A criação é um livro’: o homem medieval e o conhecimento divino e humano pela via da natureza
  • Aloisio Ruscheinsky – Palestra: Políticas Ambientais: atores e conflitos
  • Francisco Henrique de Oliveira – Palestra: Cartografia Cadastral como base de referencia a Gestão Territorial
  • Áurea da Silva Garcia – Palestra: Por que Gênero, Água e Educação Ambiental?
  • Irene Carniatto – Palestra: Redes de Sustentabilidade: mobilizando e integrando ações através de Redes Digitais

Preparativos para o VIII Fórum Brasileiro de Educação Ambiental

Os Fóruns Brasileiro de Educação Ambiental são organizados pela REBEA, a Rede Brasileira de Educação Ambiental. Cada fórum e organizado por uma rede de algum estado. No caso deste, é a Rede Paraense de Educação Ambiental que está organizando, por isso será em Belém.

Para além das palestras, mesas redondas, minicursos e jornadas, estes encontros são a grande oportunidade que os educadores ambientais de todo o Brasil têm de se reunirem, trocarem experiências e de discutir suas ações em rede. É a oportunidade de discutir novos caminhos para a atuação política em rede, tentando influenciar políticas, programas e projetos em educação ambiental.

É uma forma de tentar qualificar o trabalho, pra que ele possa ter ainda mais resultados.

Aqui mesmo eu já divulguei informações sobre o VII Fórum (Salvador) e sobre o VI Fórum, este o qual eu mesmo organizei, aqui no Rio de Janeiro.

VII Fórum                                                             VI Fórum

Do VI Fórum ainda tivemos um livro como resultado.

Capa Livro VI Fórum

Este ano vai rolar o VIII Fórum Brasileiro de Educação Ambiental.

VIII Fórum

O evento tem como tema central “Educação Ambiental: Do Local ao Global, Tecendo Redes e Fortalecendo Sociedades Sustentáveis” e irá discutir as contribuições da Educação Ambiental realizada nos mais diversos cenários do país.

Será um momento propício, mais uma vez, para fortalecer a interação, a articulação e a consolidação das diversas redes de educação ambiental por todo o Brasil.

Espera-se reunir as mais de 50 Redes e Coletivos de Educação Ambiental e 3.000 participantes das várias partes do Brasil.

Pra quem puder, vale a pena ir.

O que: VIII Fórum Brasileiro de Educação Ambietnal

Quando: de 3 a 6 de dezembro de 2014.

Onde: Centro de Convenções da Universidade Federal do Pará

Mais informações: VIII Fórumaqui.

E fiquem de olho, pois mais novidades eu postarei aqui no blog.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Aberto editais para cursos gratuitos de Extensão e Especialização à Distância em Educação Ambiental

Muitas pessoas me escrevem querendo dicas de cursos de educação ambiental e meio ambiente.

Então, divulgo oportunidade de cursos de Educação Ambiental à distância na Universidade Federal de Ouro Preto:

O Centro de Educação Aberta e a Distância- CEAD da Universidade Federal de Ouro Preto- UFOP iniciou o processo de seleção para cursos de formação em Educação Ambiental e divulgou quatro novos editais.

Dois destes são para a participação de cursistas no Processo Formativo em Educação Ambiental: Escolas Sustentáveis e COM-VIDAS, sendo cursos de Extensão e Especialização semipresenciais, direcionados principalmente para a capacitação de professores, educadores que atuam na educação básica e sensibilização de gestores públicos, técnicos, administradores, advogados, engenheiros e arquitetos, como também para líderes comunitários que pretendem desenvolver ou já desenvolvam processos com atividades de Educação Ambiental e Sustentabilidade.

Universidade Ouro Preto

Todos os cursos são isentos de taxas de inscrição, matrícula e mensalidade. As inscrições para os dois primeiros editais acontecem (Especialização e Extensão) até 16 de agosto de 2014.

Os cursos do Processo Formativo em Educação Ambiental estão incluídos nas ações do Ministério da Educação, coordenadas pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI/MEC) e executadas por instituições de ensino Superior.

Mais informações podem ser obtidas no site da UFOP e através do link do Centro de Educação Aberta e à Distância – CEAD- http://www.cead.ufop.br/.

Espero que você consigam. Boa sorte.

E fiquem de olho, porque o que eu souber, divulgo por aqui.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Links sobre Meio Ambiente

Divulgo uma lista com links interessantes sobre meio ambiente. Se tiverem alguma sugestão, é só mandar pelos comentários.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Ações em defesa do meio ambiente

Agricultura Sustentável

Água

Alimentação – Coma melhor!

Ambientes Marinhos

Arquitetura Design e Ecovilas

Arte e Meio Ambiente

Associações

Blogs e sites diversos

Campanhas

Cartillhas e afins

Cidades – Ecologia Urbana

Coletivos Jovens

Consumo Sustentável

Documentos de Referência

Ecoturismo Trilhas Caminhadas

Em defesa dos animais

Energia e Meio Ambiente

Eventos e Anais

Geociências e afins

Gestão Ambiental

Grupos de Pesquisa

Informações Interessantes

Iniciativas empresariais

Justiça Ambiental

Leis Ambientais

Lutas Ambientais

Mata Atlântica

Mídia e Meio Ambiente

Mudanças Climáticas

Notícias Ambientais

ONGs

Órgãos diversos

Personalidades

Plantas Paisagismo e Jardinagem

Política e Meio Ambiente

Projetos Ambientais

Rádios e Programas Ambientais

Resíduos Sólidos (Lixo)

Revistas e outras publicações

Salas Verdes

Sustentabilidade

Transportes – Vá de Bicicleta!

Tratados diversos

Unidades de Conservação

Vida e Saúde alternativas

Vídeos

Evento: Encontro Educação Ambiental na Universidade

Divulgo mais um evento com o tema educação ambiental.

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Jequié, sediará entre os dias 02 e 04 de setembro de 2014 o Encontro Educação Ambiental na Universidade e o I Seminário da Rede Universitária de Programas de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis – RUPEA, com o tema A Universidade e a consolidação de espaços educadores sustentáveis.

Encontro educação ambiental

O evento é resultante de uma parceria entre o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Ambiente e Sustentabilidade – GEPEAS do Departamento de Ciências Biológicas – DCB e a Rede Universitária de Programas de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis – RUPEA.

Pretende-se, com ele, promover a discussão, reflexão e a socialização de experiências sobre a relação entre a Educação Ambiental, a Universidade e os desafios para a consolidação de uma sociedade ambientalmente e socialmente justa e sustentável.

Público:

Estudantes, professores/as, pesquisadores/as e servidores/as técnico-administrativos de Instituições de Ensino Superior, instituições de pesquisa e escolas das redes pública e privada.

Objetivos:

• Divulgar os resultados de estudos e políticas elaborados pelas universidades sobre a temática da Educação Ambiental;

• Estabelecer espaços de discussões sobre o papel das universidades e demais instituições de ensino superior no que concerne a superação da problemática socioambiental contemporânea;

• Promover a articulação entre as Universidades e demais instâncias e sujeitos sociais que buscam a consolidação de uma cultura da sustentabilidade em seus espaços.

Site do evento: http://gepeas2014.wix.com/gepeas

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Evento: IV Seminário de Justiça Ambiental, Igualdade Racial e Educação

Ajudo a divulgar o IV Seminário de Justiça Ambiental, Igualdade Racial e Educação (SEMIJAIRE). 

Seminário Justiça Ambiental

O evento acontecerá nos seguintes dias e locais: 

–       – 18 de agosto de 2014, na UNIGRANRIO (Duque de Caxias),

–       – 19 de agosto de 2014, na UERJ-FFP (São Gonçalo); e nos dias

–      –  21 e 22 de agosto de 2014, na Universidade Federal do Rio Grande (Rio Grande, RS).

Como conferencista principal este ano o seminário terá a presença do Professor Antônio Augusto Rossotto Ioris, da Universidade de Edimburgo, Reino Unido.

O professor é reconhecido por seus trabalhos no campo da gestão de recursos hídricos, conflitos socioambientais e ecologia política.

Haverá também duas mesas redondas, dois “círculos de saberes” (sessões de comunicação) e duas oficinas de arte-ativismo.

O prazo para o envio de resumos é 15 de julho de 2014. Então, ainda dá tempo!

As inscrições podem ser feitas através deste formulário eletrônico.

A taxa para inscrição de trabalhos é R$ 50,00 reais e poderá ser paga após a divulgação dos resumos aprovados, no dia 01/08.

Outras informações podem ser encontradas no blog do evento.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Evento: VII Congresso Ibero-americano de Educação Ambiental

O VII Congresso Ibero-americano de Educação Ambiental será realizado de 10 a 12 de setembro deste ano, na cidade de Lima, Peru.

VII Íbero EA

O evento é organizado pelos Ministérios do Meio Ambiente e da Educação do Peru, no âmbito da Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP20).

A congresso reunirá especialistas em educação ambiental e representantes de instituições públicas e privadas que fazem a educação ambiental na América Latina e tem como objetivo contribuir para a sustentabilidade e na construção de uma cidadania ambiental a partir das experiências e propostas de educação ambiental formal e comunitária.

Site: www.cidea7.pe 

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Livro de entrevistas sobre Educação Ambiental

Foi lançado um livro com a compilação das entrevistas sobre Educação Ambiental da Revista Eletrônica Educação Ambiental em Ação.

O livro é digital e está disponível para download gratuito.

O livro foi organizado por Berenice Adams, idealizadora do GEAI, pesquisadora, autora de diverso livros sobre educação ambiental.

Livro: “Coletânea de Entrevistas da Revista Eletrônica EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO”.

Entrevistas

São mais mais de cinquenta experiências, de diferentes atores sociais que, direta ou indiretamente, possuem vínculo com a Educação Ambiental.

Todos foram entrevistadas ao longo dos 12 anos da revista virtual Educação Ambiental em Ação (entre 2002 e 2014).

Para download do livro, clique neste link.

Eu participo com uma entrevista.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

 

Revista Eletrônica Educação Ambiental em Ação

A dica de hoje é a Revista Educação Ambiental em Ação. Ela é eletrônica e nasceu a partir do Grupo de Educação Ambiental da Internet – GEAI, em 2002. Este grupo mantém uma lista de discussão, onde a ideia surgiu e foi posta em prática por Berenice Adams, idealizadora do GEAI, pesquisadora, autora de livros sobre educação ambiental e uma das editoras da Revista EA, junto com Sandra Barbosa e Júlio Trevisan.

educação ambiental

A revista eletrônica Educação Ambiental em Ação publica trabalhos que estejam relacionados com os seguintes eixos temáticos:

  • Relatos de Práticas de Educação Ambiental;
  • Diversidade da Educação Ambiental;
  • Educação Ambiental e Seus Contextos;
  • Educação Ambiental e Cidadania;
  • Sensibilização e Educação Ambiental;
  • Reflexões para Conscientização.

Além dos artigos, a revista traz outras seções interessantes, como Dicas e Curiosidades, Reflexões, Textos de sensibilização, Dinâmicas, Entrevistas, Culinária, Arte e ambiente, Divulgação de Eventos e muitos outras.

Você pode enviar artigos ou outras colaborações. Vejam as normas de publicação. É interessante para o currículo porque a revista tem ISSN, sob o número 1678-0701.

Eu já participei duas vezes, uma com uma entrevista e outra com um artigo publicado.

Você pode também se cadastrar para receber as novidades em seu email.

E neste endereço você pode ver todas os artigos e textos de todas as edições.

Dê uma passada por lá e veja se não vale a pena!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Reciclar é a solução? Não.

Reciclar é a solução para o problema do lixo? A resposta é não.

Reciclar é bom? A respostra é talvez, pode ser.

Talvez, porque dependendo do uso ideológico, mercadológico, capitalista e propagandista que se faça, a reciclagem pode ser nada mais do que uma grande desculpa para continuarem-se a consumir, consumir, consumir…

Então, melhor do que a reciclagem é “consertagem“, o trabalho e o cuidado para que as coisas não se tornem lixo.

Venho afirmando isso nas oportunidades que tenho. É só ver meus trabalhos por aí, como minha dissertação de mestrado (especialmente os dois últimos parágrafos) e o post Por que sempre precisaremos de um aterro sanitário?.

Claro que minha visão vem sendo construída através de minhas leituras e absorções de outros pensamentos:

  • ética do cuidado que já vem sendo falada por Leonardo Boff e outros autores.
  • Meu orientador no mestrado, Emílio Eigenheer, que falava de Pedagogia da Degenerescência.

Digo tudo isso para lhes apresentar o mote do site Plataform 21 [em inglês]. É um site holandês de design.

Eles apostam na ideia “pare de reciclar, comece a consertar!”, o que eu, particularmente, acho o máximo.

Sempre fui meio “catador” de lixo, juntando minhas quinquilharias, meu “museu”, guardando e consertando coisas que qualquer pessoa jogaria fora. Gosto, portanto, de ver esses movimentos nascerem.

Copio e colo aqui o manifesto traduzido. Mas vale a pena uma passada pelo Plataform 21 e fuçar outras pérolas.

1. Faça seus produtos durarem mais!
Consertar significa a oportunidade de dar a um produto uma segunda vida. Consertar não é anticonsumo: é antidesperdício.

2. As coisas têm que ser projetadas para poderem ser consertadas
Designer de produtos: faça coisas consertáveis. Forneça informações claras sobre como consertar. Consumidor: compre coisas que você sabe que podem ser consertadas, ou descubra por que elas não existem. Seja crítico, faça perguntas.

3. Consertar não é substituir uma peça
Não estamos falando em jogar fora a parte que está quebrada, mas de realmente remendar criativamente.

4. O que não mata engorda
Toda vez que você conserta algo você acrescenta ao seu potencial, à sua história, à sua alma e à sua beleza inerente.

5. Consertar é um desafio criativo
Fazer reparos é bom para a imaginação e ensina a usar novas técnicas, ferramentas e materiais.

6. Conserto não sai de moda
Não se conserta para deixar os produtos na moda. Não há datas de validade para produtos que podem ser reparados.

7. Consertar é descobrir
Ao consertar você descobre coisas incríveis sobre como os objetos funcionam. Ou não funcionam.

8. Conserte – mesmo quando a crise acabar
Se você acha que este manifesto tem a ver com a recessão, esqueça. Não estamos falando de dinheiro, mas de mentalidade.

9. Coisas consertadas são únicas
Mesmo falsificações se tornam originais quando você as conserta.

10. Consertar é ser independente
Não seja um escravo da tecnologia – seja seu mestre.

11. Você pode consertar tudo, mesmo um saco plástico
Mas nós recomendamos arrumar uma sacola que dure mais. E, quando ela estragar, consertá-la.

Pare de reciclar! Comece a consertar!

Fantástico, não?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira