Teatro na escola: o que aprendi?

Existe muita coisa errada na Educação. Nada que não tenha sido exaustivamente discutida por muitos especialistas. Como não considero um deles, vou apenas fazer algumas considerações baseadas em ideias que tenho há algum tempo e que foram reforçadas com uma experiência maravilhosa que tive em uma das minhas escolas: o Teatro na escola. Pra início […]

Continuar lendo


Visitas monitoradas ao Departamento de Astronomia da USP

Dica especial para professores da região perto da USP. O Departamento de Astronomia do Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP tem um programa de visita monitorada para escolas, com palestra e observação do céu. As visitas podem ser realizadas às terças e quintas-feiras, sempre às 19:00. As atividades são gratuitas e atendem grupos de 15 […]

Continuar lendo


Como a Contação de Histórias e as Artes podem ajudar o professor a ensinar

Escrevo esse artigo, rápido e objetivo, apenas para relatar uma entre várias experiências parecidas e excelentes que tive com turmas de segundo segmento do Ensino Fundamental, esta acontecida em 1998, em escola particular, onde atuei como pedagoga, contadora de histórias e arteterapeuta convidada.

E é assim, circulando entre teoria e prática, reflexões e ações, que pretendo contribuir cada vez mais por aqui, no blog Diário do Professor.

Continuar lendo


Apoio o ensino de música, de artes, de esportes, de cidadania, de meio ambiente, de filosofia…

Apoio o ensino de música, de artes, de esportes, de cidadania, de meio ambiente, de filosofia…

Só não apoio essa mania que as pessoas têm de querer enfiar tudo na grade curricular como disciplinas!

Já escrevi por aqui que, por mim, acabaria com as disciplinas.

Veja por quê!

Continuar lendo


A quem cabe fazer a educação formal?

Mais uma vez, os professores são jogados à escanteio.

Niterói tira dos profissionais da educação para fazer parceria com ONG.

Diga-se de passagem, não é somente em Niterói que isso acontece, mas virou moda dar/pagar a educação a institutos, ONGs, Fundações… ao professor, exploração e esmola.

Continuar lendo


A escola que eu sonho é diferente da que tenho

A escola que eu sonho é diferente da que tenho.

Nada de gastar milhões com empresas ou institutos ou ONGs ou organizações sociais ou com ninguém mais do que aqueles que foram contratados – por concurso – para fazer a educação acontecer.

Para que a educação aconteça, é necessário dar aos profissionais de educação a estrutura necessária para tal.

Continuar lendo