Animais têm sentimentos?

Os cientistas vem descobrindo, a cada dia, o que já se sabe por empiria: os animais têm sentimentos.

Sim, eles sentem dor, solidão, medo, angústia. E também amor, gratidão, saudade…

Animais

Quais animais e com qual intensidade, talvez não se saiba.

Mas é certo que quanto mais elaborado o sistema nervoso, mais elaborados os sentimentos. Assim, os mamíferos, de uma maneira geral, provavelmente são capazes de sentir e exprimir sentimentos com mais intensidade e qualidade.

Percebemos isso na nossa convivência com os cachorros e gatos, por exemplo. Mas, com certeza, eles não estão sozinhos.

Agora, os cientistas vêm percebendo, por meio de observação, que as girafas têm a percepção da morte, inclusive velando seus mortos.

Eu já sabia que os elefantes faziam isso.

Então, diante de tudo o que vem sendo construído de conhecimento neste sentido, e diante da relação cada vez mais íntima e intensa entre os seres humanos e os animais – os cães, gatos, aves, etc. – urge nos tornarmos, cada vez mais, vegetarianos.

Ora, o que nos faz pensar que podemos criar e matar os animais como fazemos?

O que nos faz pensar que somente aos cães e gatos devemos dispensar nossas atenções, cuidados e amor?

É certo que criações e abates diferenciadas existem, mas estão longe de serem os únicos, se um dia o serão. Na maior parte, tanto durante a criação quanto no abate, os animais são tratados como seres inanimados e insensíveis, de forma cruel.

Vide o que é exposto em alguns filmes que denunciam isso, tal como “A carne é fraca“, do Instituto Nina Rosa.

Veja um pedaço:

Untitled

Eu venho trabalhando isto em mim e estou tentando não comer carne há uns 10 anos. Fico semanas sem comer, abro algumas exceções, mas cada vez mais raras.

Agora é hora até mesmo de ir além e diminuir até o quanto der o consumo de ovos, leite e derivados – especialmente os produzidos de forma industrial.

Quem diz que gosta de animais, tem que pensar nisso.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Tentando