Você está aqui: Capa » Artísticos » Paródia de “Ouro de tolo”, de Raul Seixas, sobre a situação dos professores do Estado do Rio de Janeiro

Paródia de “Ouro de tolo”, de Raul Seixas, sobre a situação dos professores do Estado do Rio de Janeiro

Ou será da situação de quase todas as redes??

Recebi esta paródia da música Ouro de Tolo, de Raul Seixas, do meu amigo Alex Bernal, por email.

Não sei a autoria, por isso já peço desculpas a quem fez, por eu não colocar o nome.

Se o autor verdadeiro quiser se apresentar, fique a vontade…

EU DEVIA ESTAR

Eu devia estar contente…
Porque fiz graduação, pós, Mestrado e Doutorado
E tenho um emprego
Sou um dito cidadão respeitável
E ganho 700 reais por mês

Eu devia estar alegre e satisfeito
Por receber auxílio transporte
Pela incorporação do Nova Escola
Parcelado em não sei quantas vezes

Ah! Eu devia estar sorrindo e orgulhoso
Por ser um Educador
Mas eu acho isso uma grande piada
E um tanto quanto perigosa

Eu devia estar contente
Por ter conseguido passar num concurso público
Mas confesso abestalhado
Que eu estou decepcionado

Eu devia estar feliz pela SEEDUC
Ter me concedido o sábado
Pra ir ao colégio
Me informar sobre a GIDE

Ah! Mas que sujeito chato sou eu
Que não acha nada engraçado
GIDE, Plano de Metas, Meritocracia,
concurso interno, avaliações externas
Eu acho tudo isso um saco

É você olhar no espelho
Se sentir um monitor
Saber que é Professor
Que só pode usar
O Currículo Mínimo oficial
E você ainda acredita que é um Gestor, Adjunto,
OGT, Coordenador Regional
Que está contribuindo com sua parte
Para melhorar o nosso belo quadro educacional

Eu que não me sento
Dentro da sala de aula
Com a boca escancarada cheia de dentes
Esperando o bônus chegar

Porque longe das promessas feitas na eleição
Esconde-se um governo
Que não tem um projeto sério
De Educação.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Fã de Raul Seixas, Ouro de Tolo e desta paródia

Sobre Declev Dib-Ferreira

Declev Reynier Dib-Ferreira é professor, biólogo, educador ambiental, especialista em EA pela UERJ, mestre em Ciência Ambiental pela UFF, doutor em Ciências pela UERJ.

4 comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkk, muito engraçado se nao fosse de fato trágico a realidade nos versos.

  2. Toca Raul!!!
    Na Rede Paulista não é diferente Declev.
    Ótimo site e reflexões. Um abraço colega.

  3. Parabéns
    Infelizmente está sendo a realidade de todo professor.

  4. Adorei!!!
    Sem humor, criatividade e arte não dá pra seguir nessa área de Educação!!!
    Abração,
    Regina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>